Foto: Thayse Medeiros

Professora das FIBAM participou de entrevista para TV Jornal/SBT


Direito
fevereiro. 20, 2020

Em pauta, os direitos dos usuários do Metrô Recife, que sofreram danos e prejuízos, devido ao acidente ocorrido nesta semana

Dois trens da Linha Centro do Metrô do Recife se chocaram, na manhã desta terça-feira (18), na Estação Ipiranga. O acidente deixou cerca de 60 pessoas feridas. 

Para falar sobre os direitos de quem sofreu algum dano, seja estético, psicológico ou patrimonial, decorrente do acidente, a advogada especialista em Direito Civil, e professora da AESO-Barros Melo, Andreia Nóbrega, concedeu entrevista para o Programa do Cardinot, da TV Jornal/ SBT. Segundo a docente, “os passageiros são usuários do serviço, sendo consumidores para os efeitos legais. O amparo está no Código de Defesa do Consumidor".

Com 37 estações, o sistema de trens urbanos da capital faz viagens entre o Recife, Camaragibe, Jaboatão dos Guararapes e Cabo de Santo Agostinho. A Linha Centro, que foi impactada na manhã do dia 18/02, transporta cerca de 240 mil passageiros diariamente.

aeso - barros melo -

voltar