Estudante do 6º período de Cinema e Audiovisual tem curtas-metragens premiados


Cinema e Audiovisual
julho. 09, 2021

Aos 20 anos, Lara Salsa carrega experiência na área de Cinema de Animação

A paixão pelo cinema, em especial o de animação, é o grande incentivo para produção das obras autorais da estudante de Cinema e Audiovisual da UNIAESO, Lara Salsa, de 20 anos.

Um desses trabalhos, o curta-metragem Minha Primeira Memória, foi vencedor do 6º Santos Film Fest (2021) na categoria de Melhor Roteiro de Curta-Metragem de Animação pelo júri técnico e Melhor Curta-Metragem de Animação pelo voto popular. Outro filme, o curta Eternidade, levou a melhor na 5ª edição do Anima Jam, garantindo o 1º lugar nas categorias de Melhor Curta de Animação e Melhor Design de Personagens. 

Os prêmios são um incentivo e tanto para a jovem, que participa de várias produções universitárias, acumulando experiência como diretora, diretora de arte, animadora, roteirista, ilustradora, entre outras funções. 

“Eu sempre gostei muito de cinema, especialmente cinema de animação. Sempre soube que queria trabalhar com isso e agora estou tendo a oportunidade de realizar esse sonho”, relata.

Ciente dos desafios do mercado cinematográfico, especialmente o de animação, Lara procura expandir o conhecimento com cursos online, livros relacionados à área, tudo o que possa funcionar como suporte para a atuação no setor. Ela também estuda na Academy Animação 2D da Escola ViuCine de Criatividade.

“Minha dedicação na área tem que ser redobrada. Mas, ver o meu trabalho, minhas obras, serem premiadas por júri técnico e também popular, além de ser um reconhecimento, é um grande estímulo para que eu continue realizando novas produções, além de ser um norteador, indicando que estou avançando no caminho certo”, reforça.

Lara também foi selecionada para estagiar no Studio ViuCine, na área de animação, e pretende aproveitar a oportunidade, contribuindo bastante com a equipe. “Sei que estou no início da carreira, mas tenho certeza que minha dedicação será o diferencial nessa jornada, uma vez que desejo me especializar na área de animação e ainda tenho muito a aprender”, reflete.

“A faculdade me proporciona uma visão geral da área de Cinema, o que é muito importante para quem quer trabalhar com cinema de animação, quer seja em termos de teoria, conceitos, etc., além de ter a disciplina específica na grade curricular”, pontua.

SOBRE OS CURTAS PREMIADOS

“A ideia de produzir Minha Primeira Memória (2020) surgiu durante o período da pandemia, em 2020. Foi um projeto 100% independente, realizado por mim, com os recursos que tinha disponíveis: um programa gratuito de animação, minha mesa digitalizadora e meu notebook. É um curta de animação surrealista, que explora o tema da memória, mais especificamente a primeira memória. 

Durante a pandemia, fiquei recordando alguns momentos, sem razão especifica. Me vi tentando lembrar da minha primeira memória e achei tão interessante a reação e sensações que tive, que fiquei interessada por esse conceito e o que ele provoca nas pessoas. Então, acabei entrevistando familiares, perguntando o que eles sentiam ao tentar lembrar das suas primeiras memórias. Alguns comentavam que lembravam sons, outros de flashes, sensações, cheiros, etc. A respostas foram tão diversas e tão interessantes que acabei criando o curta”.

“Em relação ao curta Eternidade, foi produzido para concorrer na 5ª edição Projeto Animajam 2021 (maratona online e gratuita de criação de animações, que conta com participantes de qualquer parte do Brasil, estudantes ou não, e têm dez dias para desenvolver um curta do zero, a partir de um tema que é revelado apenas na abertura do evento).

Então, diferentemente de Minha Primeira Memória, cuja produção foi mais fluida, Eternidade (2021) foi feito para concorrer num evento, com regras específicas. O tema era “Tempo”. Fiquei responsável pelo roteiro, direção, direção de arte, artista de storyboard, animação e character design de Eternidade. No final, deu tudo certo e o filme foi premiado.

Foi muito emocionante ganhar duas premiações com Eternidade, principalmente, porque foi minha primeira participação em festivais, concorrendo não apenas com estudantes de todo o Brasil, mas também com profissionais que já trabalham na área de animação”.

Os dois curtas, Minha Primeira Memória e Eternidade, estão participando do Festival Tainha Dourada 2021. Estão disponíveis para o público assistir e votar até o dia 10 de julho de 2021 através dos links abaixo:

https://tainhadourada.46graus.com/exibicoes/animacao/

https://tainhadourada.46graus.com/votacao/

cinema de animação - Cinema e Audiovisual - aluno no mercado -

voltar
bool(false) NULL

Nós usamos cookies

Eles são usados para aprimorar a sua experiência. Ao fechar este banner ou continuar na página, você concorda com o uso de cookeis. Saber mais.
Aceitar