Rodrigo Barros no home office

De Medicina a Jornalismo: conheça a trajetória do egresso da UNIAESO, Rodrigo Barros


Jornalismo
agosto. 12, 2021

Repórter trabalha no portal Folha de PE e se diz realizado com a profissão

Medicina sempre foi o desejo de Rodrigo Barros, ex-aluno do Centro Universitário Aeso Barros Melo - UNIAESO. Desde criança ele via os parentes seguirem esta profissão e se sentia na responsabilidade de percorrer o mesmo caminho. Até chegou prestar vestibular e não teve êxito, foi quando viu um anúncio sobre um curso técnico em Rádio e Tv e se inscreveu. 

No curso Rodrigo começou a se aproximar de jornalistas e se interessar mais pela profissão, foi nesse momento que sentiu que tinha se encontrado. Ele conta que passava todo tempo que tinha, livre ou não, na biblioteca lendo sobre jornalismo e, no ano seguinte, conseguiu uma bolsa de 100% pelo ProUni para ingressar na UNIAESO.

Ainda na graduação, o jornalista se envolveu em vários projetos da universidade e um deles foi o Laboratório de Telejornalismo – LABJORTV. Nesse grupo de estudos, Rodrigo foi repórter, produtor e apresentador, uma das experiências mais marcantes foi ter apresentado o Abre Aspas, programa de entrevistas, ao vivo, transmitido pelo Facebook do LABJORTV.

“Foi uma experiência incrível, tenho certeza que nunca vou esquecer meu primeiro ao vivo. No começo,  eu fiquei bem nervoso, mas , depois de uns dois minutos, eu já estava mais tranquilo. Fui ficando mais confiante quando vi tudo dando certo, as reportagens entrando no ar. Dessa forma tudo foi ficando mais fácil", lembra.

Para assistir ao programa clique aqui.

Hoje Rodrigo é repórter no portal da Folha de Pernambuco, local onde foi estágiário. Mas também já teve experiências na assessoria de comunicação de um vereador na Câmara Municipal do Recife e na Defensoria Pública de Pernambuco.

O jornalista, que hoje é apaixonado pela profissão, completa que pretende migrar para televisão que é uma área que ele gosta bastante e diz que um dos aspectos que considera mais importantes no jornalismo é sempre querer sair da zona de conforto. “É preciso passar pelas mais diversas áreas e, em cada uma delas, a gente aprende mais e mais. Isso é fascinante. Não há sequer um dia que o jornalista fique sem aprender algo”, pontua

alunos no mercado - Jornalismo - uniaeso -

voltar

Nós usamos cookies

Eles são usados para aprimorar a sua experiência. Ao fechar este banner ou continuar na página, você concorda com o uso de cookeis. Saber mais.
Aceitar