Luz, câmera, ação: tudo o que você precisa saber sobre o curso de Cinema



No próximo domingo (9), vai ao ar a 92ª edição do Oscar, a cerimônia de premiação norte-americana mais cobiçada.

Com o evento, a atenção do público é voltada para o cinema e para a indústria cinematográfica. Afinal, as categorias do Oscar envolvem diversas áreas de atuação como melhor filme, documentário, curta-metragem, animação, roteiro, montagem, efeitos visuais e direção.

Nesta edição, a lista de indicados conta com uma produção brasileira: o documentário Democracia em Vertigem, da Petra Costa, que concorre à categoria de melhor documentário. O que nos mostra que o cinema brasileiro está ganhando espaço não só no mercado nacional, mas também no internacional.

Pensando nisso, a Revista Quero fez esse post com informações sobre a formação e o mercado de trabalho dessa área. Confira!

O curso
Com duração média de quatro anos, a graduação em Cinema e Audiovisual oferece aulas teóricas e práticas, que podem variar de acordo com a instituição. As teóricas incluem história da arte, história do cinema, teoria da comunicação, cinema brasileiro, legislação e mercado audiovisual, sociologia, psicologia e antropologia. As aulas práticas incluem som, montagem, luz e iluminação, efeitos especiais, análise da imagem, roteirização, documentário, animação e fotografia.

De acordo com o coordenador do curso de Cinema da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), Humberto Neiva, a grade possui uma área muito grande de humanas, pois para trabalhar com arte é preciso ter um embasamento cultural. "A gente quer preparar um aluno que tenha uma base, para que ele tenha um aprofundamento para fazer um roteiro", afirma.

Já o aluno dessa graduação possui um perfil investigativo e aberto a diversidades. "O aluno de Cinema tem um aprofundamento cultural muito grande, gosta muito de arte, é paciente pois não é uma atividade da noite para o dia, tem espírito de equipe e uma determinação muito grande porque a gente passa por muitos percalços", conta Humberto.



O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é obrigatório e consiste na produção de um curta-metragem e uma espécie de livro com detalhes sobre o processo de produção como roteiro decupado, mapa de luz, figurino e orçamento. Qualquer uma das opções deve ser apresentada para uma banca avaliadora. Em algumas instituições, o estágio supervisionado também é obrigatório.

Qual e a diferença entre cinema e audiovisual?
A área de audiovisual abrange conteúdos em formatos como vídeos, comerciais, programas de televisão ou rádio. Já o cinema, é mais restrito ao processo de produção de vídeos, como roteiro, cenário e montagem. Há também cursos de cinema com ênfase nas áreas de mídias digitais.

Quais são as áreas de atuação do cineasta?
Após a conclusão do curso, o bacharel pode trabalhar em televisão, produtoras de comerciais, produções independentes, ou no ambiente virtual. Veja abaixo algumas áreas de atuação nas quais o profissional de Cinema e Audiovisual pode atuar:

Colorista;
Direção de arte;
Direção de fotografia;
Produção;
Roteirista;
Montagem;
Crítica cinematográfica;
Curador de festivais;
Programador de filmes;
Sonorização;
Animação;
Figurinos;
Captação de recursos.
Mercado de trabalho
Segundo o coordenador da FAAP, o mercado de trabalho dessa área aumentou assustadoramente. "Pela qualidade do material humano que nós temos no Brasil e o número de produtoras em São Paulo, a TV paga que é obrigada a ter três horas por semana, no minimo, de produto brasileiro. Tudo isso fez com que o mercado crescesse", explica.

Segundo Humberto, normalmente os recém-formados começam a carreira profissional na área de produção e, depois, para a área em que possuem maior interesse em produtoras e empresas privadas.

Veja abaixo um vídeo sobre os bastidores da gravação do filme 1917, indicado a categoria de Melhor Filme no Oscar 2020, e entenda um pouco mais sobre o trabalho dos cineastas:


Onde estudar Cinema e Audiovisual?
Universidade Anhembi Morumbi (UAM)
Centro Universitário UNA (UNA)
Universidade Veiga de Almeida (UVA)
Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep)
Universidade São Judas Tadeu (USJT)
Faculdades Integradas Helio Alonso (FACHA)
Universidade Estácio de Sá (Estácio)
Faculdades Integradas Barros de Mello (AESO)

voltar

Nós usamos cookies

Eles são usados para aprimorar a sua experiência. Ao fechar este banner ou continuar na página, você concorda com o uso de cookeis. Saber mais.
Aceitar